Qual a importância da saúde mental no trabalho?

É bem provável que você já tenha ouvido falar que a ansiedade é um dos males do nosso século e não é à toa. Cada vez mais pessoas sofrem com os efeitos do cotidiano corrido, do acúmulo de tarefas e…

Por Mauro Machado

10 minutos de leitura


É bem provável que você já tenha ouvido falar que a ansiedade é um dos males do nosso século e não é à toa. Cada vez mais pessoas sofrem com os efeitos do cotidiano corrido, do acúmulo de tarefas e do excesso de informações. Tanto é que a pauta saúde mental no trabalho tem preocupado cada vez mais gestores.

Neste artigo, você verá o que pode ser feito para combater as consequências do estresse. Mas antes, entenda um pouco mais sobre a importância da saúde mental no ambiente profissional neste texto que trouxe para você!

Saúde mental no trabalho

A pressão do dia a dia, as metas agressivas e o alto volume de trabalho são fatores comuns nas organizações modernas, especialmente naquelas que buscam crescimento acelerado, como é o caso das startups. Ao mesmo tempo, isso tem reflexo direto na saúde mental no trabalho, prejudicando-a. Apesar disso, o assunto ainda é tabu.

De acordo com um estudo conduzido pela Mind, os pesquisadores identificaram que 90% das pessoas que ficaram longe do trabalho tinham algum sintoma ligado ao estresse. No entanto, elas não citaram isso como fator para a ausência, sempre associando a questão a algum sintoma físico.

Isso se deve ao estigma que ainda permanece ligado a doenças da mente, como se uma pessoa só pudesse estar incapacitada por algum problema físico que a atinge.

Dicas para promover a saúde mental no ambiente organizacional

Algumas empresas têm notado que se preocupar com esses fatores promove a melhora no clima e, por consequência, nos resultados. A seguir, mostrarei quais as ações mais efetivas a serem aplicadas na sua PME.

Forneça um ambiente de trabalho confortável

O primeiro fator a interferir na saúde mental do trabalhador é o ambiente em torno dele. Portanto, se você almeja que os colaboradores fiquem satisfeitos e que haja menos estresse em seu dia a dia, ofereça um espaço acolhedor, que ao mesmo tempo favoreça a execução das atividades.

Algumas empresas apostam em áreas de lazer ou em decoração mais descontraída, mas você pode começar pela boa ergonomia, locais arejados, entre outros aspectos. Tudo isso ajudará no conforto da equipe e permitirá que ela seja mais produtiva e alegre em seu dia a dia.

Estabeleça uma cultura que valorize a saúde mental

Outro ponto importante é a valorização de uma cultura que favoreça a saúde mental. Isso deve incluir jornadas flexíveis, bom relacionamento com as lideranças, divisão justa da carga de trabalho, entre outros pontos.

Além disso, é interessante ter papéis e responsabilidades individuais bem definidas. Isso permite uma comunicação mais clara, o que leva o colaborador a analisar melhor a sua performance e ter mais segurança em relação ao trabalho.

Incentive as atividades físicas

A prática de atividades físicas ajuda o colaborador a ter mais saúde, tanto física quanto mental. Ambas são positivas, pois reduzem a ansiedade no cotidiano, além de ajudar a combater a depressão.

No mais, durante a prática, o colaborador tem a chance de conhecer pessoas, se divertir, além de cuidar da saúde, sair da rotina e, até mesmo, descobrir hobbies que contribuam para o bem-estar.

Reconheça o trabalho

Muitas vezes, o profissional se sente desvalorizado em seu trabalho, sem o devido reconhecimento, o que pode levá-lo a um quadro de ansiedade por não saber como agir para obter o devido valor dado às suas ações diárias.

É muito importante que as equipes recebam benefícios pelos processos que executam, saibam que o seu trabalho tem resultado e que isso é indispensável para a empresa. Com isso, o dia a dia se torna mais leve.

Em suma, é preciso dizer que a saúde mental no trabalho não deve ser um tabu: ela deve ser tratada como algo tão importante como uma doença que atinja o físico da pessoa. Ações simples ajudam a trazer isso, desde um ambiente acolhedor até o reconhecimento do trabalho.

Gostou deste artigo? Quer continuar acompanhando os conteúdos? Siga nossas páginas nas redes sociais: esperamos você no LinkedIn!