Descubra como diminuir os custos com plano de saúde da sua empresa

Quer descobrir como reduzir o custo com o plano de saúde da empresa e aumentar o bem-estar dos funcionários? Então clique aqui agora mesmo e confira!

Por Wagner Bernardo

10 minutos de leitura


Se os colaboradores são as engrenagens que movimentam uma empresa, a saúde deles é o mecanismo que mobiliza essas estruturas. Na verdade, o bem-estar dos profissionais é como um tesouro que precisa ser bem cuidado, pois a falta dele prejudica os resultados da organização.

Ocorre que muitos gestores se assustam com as despesas relacionadas ao convênio médico da empresa. Existem fatores externos que contribuem para isso, como a inflação dos serviços médico-hospitalares.

No entanto, há aspectos internos que também impactam a elevação desse gasto e nem sempre é fácil identificá-los e, muito menos, eliminá-los. Mas qual é o segredo para reduzir o custo com plano de saúde?

Neste artigo, apontarei várias sugestões para você ter um bom gerenciamento do plano de saúde da sua empresa. Dessa forma, economizará dinheiro e esbanjará qualidade de vida no ambiente interno da organização. Avance para os próximos tópicos!

Realize a gestão da saúde

Você já reparou que há vários tipos de gestão: financeira, contábil, administrativa, da inovação etc. Porém pouco se fala a respeito do gerenciamento da saúde e muitos gestores nem sabem como realizar esse processo. No entanto, a gestão da saúde é um dos pilares para a redução de custos com o convênio médico da empresa.

Por meio dela, é feito um monitoramento do perfil epidemiológico dos colaboradores, o estudo de práticas preventivas e a elaboração de campanhas educacionais. Por exemplo, uma análise ergonômica pode apontar a necessidade de troca da mobília, ajustes no conforto térmico ou a utilização de palestras sobre postura no ambiente de trabalho.

O resultado disso é uma incidência menor de afastamentos, desligamentos, queda na produtividade e acionamento do plano de saúde devido a doenças ocupacionais. Entre elas, a lesão por esforço repetitivo (LER) e a tendinite.

Conscientize os colaboradores

Existem inúmeras maneiras de implantar a cultura da saúde dentro da empresa. Uma delas é fomentar a conscientização dos colaboradores por meio de ações frequentes e personalizadas. Como seria isso na prática? Digamos que você perceba a necessidade de estimular o seu time interno a fazer atividades físicas.

Para isso, seria interessante dar palestras que foquem esse tema. Porém o que ajudará mesmo é a inserção de pequenas ações no cotidiano da empresa que lembrem constantemente os benefícios de evitar o sedentarismo. Por exemplo, dedicar um dia do mês para o uso das escadas do prédio. Nesse caso, os elevadores só podem ser acionados por pessoas com alguma deficiência física.

Outra dica é incentivar os colaboradores a trocar o carro pela bicicleta no deslocamento entre a casa e o trabalho. Como recompensa, a empresa pode conceder dias de folga ou a redução na carga horária de um dia. Melhor ainda seria oferecer descontos em academias, clubes de natação e outros locais voltados para a prática de esportes.

Todas essas ações geram um efeito progressivo e contagiante nos colaboradores. Logo a cultura da saúde alcançará os quatro cantos da empresa. Como consequência, os profissionais ficarão menos doentes e estressados, gerando uma economia incrível no custo do plano de saúde.

Monitore o uso do plano de saúde

Acompanhar a utilização do plano de saúde pelos funcionários é uma importante maneira de desenhar as estratégias para diminuir os custos com exames e consultas. Como assim? Digamos que você perceba um aumento na quantidade de acionamentos dos profissionais de saúde mental, como neurologistas, psicólogos e psiquiatras.

O que essa tendência revela? Talvez que os colaboradores estejam sendo afetados por ansiedade, depressão, síndrome de burnout ou alguns tipos de pânico. Embora alguns desses profissionais desenvolvam essas doenças devido a fatores não relacionados ao trabalho, outros podem estar sofrendo com o excesso de demandas ou conflitos com colegas de setor.

Para esses, um programa de treinamento voltado para o bom gerenciamento das atividades profissionais e a resolução de conflitos será uma boa solução. Além disso, os líderes precisam de orientação para não sobrecarregar os subordinados com grandes exigências e distribuir melhor as tarefas.

Promova a qualidade de vida

A promoção da qualidade de vida na empresa tem um grande impacto na redução de custo com plano de saúde. Provavelmente você está pensando nos incentivos que citamos no segundo tópico, por exemplo, os descontos em academias. Sem dúvida, as práticas citadas promovem a qualidade de vida, mas existem outras maneiras também.

Uma delas envolve o design do ambiente interno da empresa. Em vez de setores divididos por baias enormes e paredes com cores frias e monótonas, muitas organizações estão integrando e personalizando a decoração dos espaços. Dessa forma, cria-se uma atmosfera descontraída e divertida.

Além disso, reservar algumas salas para pequenas pausas, interação com os colegas ou jogar games ajuda a diminuir o cansaço e aumentar a disposição. Outra prática é incluir happy hours programados durante a semana de trabalho. Mais do que simples festinhas, esses encontros são estratégias para elevar a felicidade dos colaboradores.

Cuide da alimentação

Mesmo as empresas que não têm um espaço próprio para servir refeições podem ajudar os colaboradores a cuidar da sua alimentação. Novamente, as palestras e os programas educacionais são as estratégias mais indicadas.

Contudo a parceria com restaurantes que tenham um cardápio saudável ajudará a organização a oferecer descontos para os funcionários. Desse modo, eles serão estimulados a frequentar esses estabelecimentos.

Conheça as necessidades da empresa

Como saber qual é o melhor plano de saúde para os seus colaboradores? Melhor ainda, como encontrar uma operadora que reúna custo e benefício? A minha dica é: conte com a ajuda de empresas especialistas nesse mercado. Desse modo, é possível comparar e identificar a solução mais adequada de acordo com as necessidades do seu negócio.

Com o tempo, novos pacotes de serviços de saúde com preços mais atraentes são disponibilizados pelas operadoras. Ficar atento a essas ofertas é essencial para manter uma contínua política de redução de custos. Caso o perfil de uso do seu negócio mude, também é importante ajustar o plano de saúde. Sem dúvidas, uma consultoria é essencial para o sucesso nessa gestão.

Enfim, a redução nos custos com plano de saúde garante a economia financeira e o bem-estar dos colaboradores. Em vista disso, os recursos poupados são canalizados para processos mais estratégicos e a produtividade dos profissionais assegurará o alcance das metas internas.

O que achou do artigo? Descobriu como diminuir o custo com plano de saúde da sua empresa? Agora, o que acha de aprender a realizar uma boa gestão de planos de saúde?